Se você sonha em fazer um intercâmbio provavelmente já consultou o preço cobrado por agências e quase caiu pra trás. Essas empresas que te cobram por uma oportunidade fora do país chegam a praticar preços acima das dezenas de milhares de reais. Dá até a impressão de que para fazer um intercâmbio é preciso ser muito rico. Mas essa não é a realidade!

Existem mais de 60 tipos de intercâmbio que estão disponíveis para todos os tipos de bolsos. Se você ainda não sabe como encontrar um intercâmbio barato, fique ligado neste post. Hoje nós vamos te mostrar as melhores oportunidades de ir para fora do país sem gastar rios de dinheiro!

Os melhores tipos de intercâmbio barato

Apesar de existirem mais de 60 oportunidades de intercâmbio, nós selecionamos aqui as que têm a melhor relação custo x benefício.

Intercâmbio para aprender idiomas

Quando se pensa em intercâmbio, logo vem à mente a ideia de estudar uma língua fora do país para aprender ou melhorar o nível em algum idioma. Essa modalidade é oferecida por muitas agências, mas você também pode fazer esse tipo de intercâmbio sozinho, pagando menos.

6 melhores países para fazer intercâmbio de inglês

Em vários países, em especial os que recebem muitos imigrantes, existem programas de aprendizado da língua nativa de forma gratuita. A Biblioteca Pública de Nova York, por exemplo, oferece aulas de inglês de graça para quem quer que deseje participar.

O mesmo acontece com outras línguas. Na província do Quebec, no Canadá, em especial na cidade de Montreal, existem diversos tipos de cursos e dinâmicas para incentivar o aprendizado do Francês.

Francês no Canadá: vantagens e desvantagens de aprender o idioma

Ao escolher esse tipo de intercâmbio você não gasta nada com o curso e só tem que se preocupar com a sua passagem, acomodação e visto de turismo (caso necessário) para ir para o país da sua escolha.

Trabalhar fora do país

Outra modalidade de sair do país gastando pouco e podendo até receber um dinheiro em uma moeda mais valorizada que o real é fazer um intercâmbio de trabalho. Entre as modalidades existentes destacamos os Summer ou Winter Jobs e o Work and Travel.

No primeiro caso a ideia é aproveitar as férias de verão ou inverno para fazer um estágio em uma empresa ou participar de um projeto acadêmico dentro de uma universidade. Esses programas variam entre algumas semanas e alguns meses de duração e podem ser remunerados.

Qual a diferença de um summer job acadêmico e profissional

Já no caso do Work and Travel você entra no país como turista e trabalha algumas horas do seu dia em troca de acomodação e alimentação ou mesmo em troca de um salário. Uma oportunidade interessante nessa modalidade para quem tem mais de 18 anos e está fazendo faculdade no Brasil é trabalhar na Disney no Cultural Exchange Program.

Nesses casos, além de ter uma experiência mais profunda em contato com nativos, você ainda tem tempo de aproveitar algumas das atrações turísticas do lugar onde você está morando. Dependendo da oportunidade, se for na Europa, por exemplo, você ainda pode aproveitar os finais de semana para conhecer outros países.

Serviço voluntário

Fazer um intercâmbio já é uma experiência sem igual. Imagina então poder aproveitar todas as vantagens de se fazer um intercâmbio e ainda ajudar outras pessoas? Existem muitos motivos para se fazer um intercâmbio voluntário. Um deles é poder aprender com pessoas de outras culturas não gastando tanto.

Os intercâmbios voluntários funcionam de forma similar aos programas de Work and Travel. A diferença é que nesses casos você vai ser um voluntário, então não vai receber um salário, apenas sua acomodação e alimentação estão incluídas. Por outro lado, existe a possibilidade que a organização onde você vai atuar pague a sua passagem aérea, deixando o seu intercâmbio bem mais barato.

É possível fazer esse tipo de intercâmbio em vários países ao redor do mundo. Uma das ocupações populares é ser professor de idiomas em comunidades carentes, mas é possível também trabalhar em projetos de áreas com que você se relacione mais.

5 países para fazer trabalho voluntário na África

É sempre importante lembrar de procurar instituições sérias para fazer esse tipo de intercâmbio. Um site que recomendamos é o Worldpackers. Lá você encontra oportunidades para ensinar, ajudar a reconstruir escolas e trabalhar em orfanatos, por exemplo.

Estudar fora do país

Estudar fora do país parece um sonho inatingível, mas é mais fácil do que você pensa. É verdade que países como os Estados Unidos e o Reino Unido, onde ficam as principais universidades do mundo, têm sistemas de ensino privados e, muitas vezes, com taxas bastante caras.

Mas se você quer estudar nesses países, existe a possibilidade de conseguir uma bolsa de estudos. O Ian Agostini, por exemplo, que conversou com a gente no podcast Tudo Sobre Intercâmbio, contou sua experiência com uma bolsa esportiva que cobria quase todos os seus gastos nos Estados Unidos.

E ainda existe a oportunidade de fazer uma graduação ou pós-graduação em outro país de ensino gratuito. É o caso da Argentina, por exemplo, que tem uma das universidades mais conceituadas do mundo, a Universidade de Buenos Aires. E o melhor é que, neste caso, você nem vai precisar fazer um vestibular ou arcar com custos de visto.

Escolha países com um bom custo/benefício

Muitas vezes, quando as pessoas pensam em estudar fora, lembram apenas de países populares, como os Estados Unidos, o Reino Unido e a Espanha. Mas existem 194 países no mundo e todos eles têm muito a te ensinar. Ir para países menos famosos pode ser uma excelente oportunidade para fazer um intercâmbio barato.

O custo de vida no Canadá é 7% mais barato que nos Estados Unidos. Ir para a África do Sul é 45% mais econômico do que para o Reino Unido. Já a Argentina tem o custo de vida 50% menor que o da Espanha, além de ter passagens aéreas mais acessíveis, devido à proximidade.

Intercâmbio com a UDI

Essas são algumas das oportunidades para fazer um intercâmbio barato, mas não é possível tratar de todas as opções em apenas algumas linhas. Se você sonha em fazer um intercâmbio sem gastar muito, então faça a nossa mentoria especializada. Lá os nossos mentores vão te explicar todos os detalhes das mais de 60 modalidades de intercâmbio que existem. E como eles sabem tudo isso? Porque eles já viveram na prática! Aprenda com quem já esteve nas melhores universidades do mundo gastando pouco. Faça agora mesmo o teste de perfil clicando aqui.