O QS World University Rankings fez uma pesquisa para eleger as melhores cidades universitárias do mundo, considerando fatores como número de universidades, acessibilidade e oferta de empregos. Entre as primeiras colocadas aparecem cidades já bem conhecidas por nós, como Londres, Paris, Berlim, Tóquio, Nova York, Melbourne, Zurique, Viena, Sydney, Seul e Toronto. Mas além desses lugares, na lista também figuram algumas cidades universitárias bem menos conhecidas. Algumas delas você talvez nunca nem tenha ouvida falar!

Gotemburgo – Suécia

Começando nossa lista temos a segunda maior cidade da Suécia, que aparece na 55ª posição na lista das melhores cidades universitárias do mundo. Gotemburgo é uma cidade que conta com uma grande comunidade estudantil devido a sua ampla oferta de universidades. É o destino ideal para quem procura um lugar cheio de história, natureza e tranquilidade, mas sem ficar longe das facilidades de viver em uma cidade grande.

Há muita cultura para explorar e a cidade abriga alguns dos maiores eventos anuais da Escandinávia, incluindo o Festival de Cinema de Gotemburgo e a Feira do Livro de Gotemburgo. Infelizmente, como em muitas cidades nórdicas, a vida estudantil por lá não é das mais baratas, embora dentro da Suécia seja bem mais acessível que a capital Estocolmo.

Principais universidades da cidade: Universidade de Tecnologia Chalmers e Universidade de Gotemburgo

cidades-universitárias-gotemburgo

Gotemburgo

Hsinchu – Taiwan

A cidade do vento, como é conhecida, é uma ótima opção para quem quer estudar em um dos países mais prósperos da Ásia, mas levando uma vida estudantil longe da correria de uma grande cidade, como é o caso da capital do pais, Taipei.

Hsinchu, que aparece na 68ª posição do ranking, é conhecida internacionalmente pela alta qualidade de vida e pela inovação tecnológica. Não a toa conta com o Parque de Ciência e Indústria de Hsinchu, popularmente apelidado de “Vale do Silício do Oriente”. Esse espírito inovador também se reflete nas suas instituições de ensino que atraem estudantes do mundo inteiro.

Principais universidades da cidade: Universidade Nacional Tsing Hua e Universidade Nacional Chiao Tung

cidades-universitárias-hsinchu

Hsinchu

Daejeon – Coreia do Sul

Daejeon aparece na 89ª posição na lista das melhores cidades universitárias da QS. Reconhecida como um centro de pesquisa científica de grande destaque, a cidade figura entre as principais da Ásia nos quesitos inovação e tecnologia.

Por lá você encontrará o Expo Park, um parque científico construído para a Expo 93. Daejeon também é conhecida pela sua proximidade com o distrito de Daedeok, considerado o “cérebro” da Coreia do Sul por abrigar uma série de grandes empresas, centros de pesquisa avançada e órgãos públicos.

Daejeon é a cidade com a melhor pontuação para o quesito “Força de Trabalho” do ranking, sendo um forte centro de recrutamento de profissionais graduados.

Principais universidades da cidade: KAIST (Instituto Avançado de Ciência e Tecnologia da Coréia) e Chungnam National University

cidades-universitárias-daejeon

Daejeon

Gold Coast – Austrália

Gold Coast é famosa internacionalmente pelas suas belas praias. Mas o que pouca gente sabe é que a cidade também ter uma vida estudantil bem agitada, com boas universidades e estudantes vindos de várias partes do mundo. Ocupando a 84ª posição do ranking, Gold Coast pode até não ser uma das primeiras cidades que vêm a nossa mente quando o assunto é fazer faculdade na Austrália, mas se você deseja estudar sem deixar de lado um pouco de diversão, esse pode ser o seu destino no país. E além das praias, há muitos outros lugares fascinantes aguardando para serem explorados, como cachoeiras, florestas tropicais, montanhas e parques nacionais.

Principais universidades da cidade: Griffith University e Bond University

cidades-universitárias-gold-coast

Gold Coast

Tomsk – Rússia

Vamos sair agora das praias ensolaradas de Gold Coast e ir direto para o clima frio frio e nevado da Sibéria, mais precisamente em Tomsk, que aparece em 73º lugar na pesquisa. A cidade é uma das mais bem colocadas no ranking no quesito custo de vida, aparecendo na quinta posição, bem a frente de Moscou e São Petersburgo, as duas maiores cidades da Rússia. Outro destaque da cidade são os preços razoáveis das mensalidades, com uma média anual de R$18400 para estudantes de graduação.

Por conta dos seus invernos longos e rigorosos, Tomsk é um ótimo destino para quem gosta de esportes de inverno, como esqui e snowboard. Também é uma das cidades mais antigas da Sibéria e hoje é conhecida como um centro de ciência e educação regional. É uma das cidades estudantis mais populosas da Rússia, com 6 universidades públicas. Inclusive já existem muitos estudantes brasileiros pro lá, principalmente nos cursos de Medicina.

Principais universidades da cidade: Universidade Estatal de Tomsk, Universidade Politécnica de Tomsk e Universidade Siberiana Estatal de Medicina

cidades-universitárias-tomsk

Tomsk

Brno – República Tcheca 

A segunda maior cidade da República Tcheca, Brno (se pronuncia ‘Bir-no’) ocupa a 60ª posição no ranking de melhores cidades universitárias da QS. Esta cidade, que ainda é bem pouco conhecida até mesmo entre os turistas, é cheia de mitos e lendas locais que dão uma áurea ainda mais misteriosa para suas fortalezas medievais. Embora seja uma cidade moderna, preservou muitas de suas tradições e possui uma animada estrutura cultural.

Mas para além de sua arquitetura e cultura, Brno também é um importante centro educacional que abriga algumas das universidades tchecas mais bem classificadas internacionalmente. A cidade recebeu a pontuação mais alta da pesquisa no quesito “Student Surveys”, ou seja, no levantamento feito levando em consideração a opinião dos próprios estudantes em relação à cidade.

Principais universidades da cidade: Universidade Masaryk, Universidade Técnica de Brno e Universidad Mendel

cidades-universitárias-brno

Brno

Monterrey – México

Agora vamos para a representante do continente americano na lista. Monterrey, conhecida como “a cidade das montanhas”, fica no nordeste do México e tem uma ótima localização perto da cordilheira da Sierra Madre Oriental. Aparece na 91ª posição do ranking.

Monterrey é o centro comercial, industrial, educacional e de transporte do norte do México, unindo modernidade com muita história e cultura tradicional, sendo considerada a cidade mais “americanizada” e desenvolvida do país.

Tem um custo de vida mais baixo que a Cidade do México e se destaca no ranking da QS principalmente nos quesitos custo de vida (claro!) e empregabilidade, o que reflete a forte reputação dos estudantes graduados nas universidades locais.

Principais universidades da cidade: Instituto Tecnológico e de Estudos Superiores de Monterrey (ITESM), Universidade Autônoma de Nuevo León (UANL) e Universidade de Monterrey (UDEM)

cidades-universitárias-monterrey

Monterrey

Universidade do Intercâmbio

Qual dessas cidades universitárias mais te agradou? Independente da sua escolha, a nossa mentoria especializada pode te ajudar a conquistar uma oportunidade por lá! Clique aqui e faça agora mesmo o seu teste de perfil!

 

 


Rafael Cerqueira

Rafael Cerqueira

Jornalista de 26 anos que adora viajar. Baiano que já viveu em Minas, em São Paulo, em Portugal e na Argentina. Conhece 26 países e tem o sonho de conhecer muito mais. Acredita que o mundo é grande demais e o tempo muito curto pra ficarmos parados sempre no mesmo lugar.

+100 aulas sobre intercâmbios por apenas 99 centavos
+100 aulas sobre intercâmbios por apenas 99 centavos